O IPSmart traz o que há de mais novo sobre CFTV, Redes IP , Axis, Huawei e muito mais!

Banner ebook
April 10, 2019

O reconhecimento facial já é uma realidade em algumas cidades do Brasil

A tecnologia de reconhecimento facial acoplada a projetos governamentais já está inserida em alguns países pelo mundo, como por exemplo a China

A tecnologia de reconhecimento facial acoplada a projetos governamentais já está inserida em alguns países pelo mundo, como por exemplo a China. Este tipo de tecnologia integrada com redes CFTV auxilia as autoridades na tomada de decisão de forma rápida e eficaz, se espalhado em diversos países pelo mundo como um dos principais recursos da polícia inteligente.

No Brasil este tipo de recurso está sendo implementando de forma gradativa e em projetos-piloto em pequenas cidades ou perímetros menores de grandes capitais.

Como funciona?

Para um sistema de reconhecimento facial funcionar de forma correta, no mínimo, são necessários três requisitos: Uma câmera com configuração viável para reconhecimento, um software de vídeo monitoramento com compatibilidade para análise facial e uma rede que comporta a transmissão e armazenamento dos dados.

As câmeras com resolução em HD (1080p) geralmente são as mais indicadas para este segmento já que seus recursos de captação de imagens são avançados e consequentemente mais confiáveis, porém, para que isto ocorra é necessário que o rosto esteja a uma distância próxima da câmera.

O reconhecimento facial é especificado pela quantidade de pixel que uma câmera pode suportar, a Axis que a muitos anos trabalha com soluções em câmeras de rede propõem que em situação ideal, o reconhecimento facial deve ser feito por câmeras com no mínimo 6 pixels /cm.

Em casos de distâncias maiores para o reconhecimento facial, é necessário utilizar câmeras com configurações avançadas como PTZ (pan-tilt-zoom) e em resoluções maiores como FullHD e 4K.

Softwares e rede

O software e a configuração de transmissão de dados via rede IP podem variar dependendo do projeto. Geralmente, para uma tomada de decisão rápida e estratégica, a gerência de grandes cidades buscam soluções em vídeo monitoramento em tempo real e consequentemente softwares que possam realizar o reconhecimento facial e gerar alertas de modo rápido.

Este tipo de configuração pode sobrecarregar a rede interna, para evitar este tipo de problema é necessário um bom conhecimento técnico de tráfego de rede e as possíveis oscilações por eventos internos ou externos do projeto.

Por esta razão que diversos projetos de CFTV são iniciados em modo piloto e em pequenas áreas, pois possibilitará a gestão ter maior controle sobre eventos problemáticos que não foram previstos no início do projeto.

Quais cidades?

A principal cidade em que este tipo de projeto foi implementado foi o Rio de Janeiro, através de um projeto experimental em conjunto com a Polícia Militar. De acordo com o G1, no último carnaval foram implementadas 28 câmeras espalhadas pelo bairro de Copacabana.

Além disso, outras cidades do Brasil, como por exemplo, Caraguatatuba, Atibaia e Guararema do estado de São Paulo estão desenvolvendo seus respectivos projetos de reconhecimento facial.

Referências :