O IPSmart traz o que há de mais novo sobre CFTV, Redes IP , Axis, Huawei e muito mais!

Banner ebook
January 30, 2019

3 dicas importantes para entender as especificações de uma câmera CFTV !

Detalhamos para você alguns aspectos que podem ser decisórios na escolha de uma câmera profissional para um projeto de CFTV

Um projeto de vigilância residencial e pessoal pode ser bem diferente de um projeto profissional, e para isso, diversas fabricantes de equipamentos de segurança diferenciam suas linhas de produtos por público-alvo.

Geralmente os equipamentos mais robustos e com qualidade superior são destinados a empresas, comércios e industrias, e justamente por sua qualidade profissional, estes geralmente contém especificações mais complexas dificultando a escolha ideal para um projeto. Para isso, detalhamos para você alguns aspectos que podem ser decisórios na escolha de uma câmera profissional para um projeto de CFTV, veja abaixo:

1. Sensibilidade mínima de iluminação de uma câmera

O nível de sensibilidade para captação de imagem utilizável de uma câmera através da iluminação do local é um dado técnico fornecido por diversos fabricantes e mostra a qualidade de captação de luz do equipamento metricamente medido através do termo “lux”.

Quanto maior o lux de uma câmera, maior a sensibilidade mínima para uma imagem utilizável, este dado também é diferenciado através da luz mínima para captação de imagens monocromáticas e luz mínima para captação de imagens coloridas.

Geralmente, uma imagem monocromática necessita de menos lux do que uma imagem colorida.

Como exemplo podemos citar que uma câmera com 0,5 de lux mínima para captação monocromática é inferior a uma câmera com 0,1 de lux mínima. Porém, não necessariamente um projeto de CFTV pode exigir uma capacidade de iluminação extremamente avançada. Um por do sol, por exemplo, pode transmitir 5 lux sendo superior ao mínimo de lux de uma câmera que exige 0,5.

2. Lente Fixa ou Varifocal

Para a definição de lente fixa ou varifocal primeiramente é necessário entender a distância focal de uma câmera. A distância focal define o ângulo de visão de captura de uma câmera onde quanto menor o número de distância focal, maior será a abertura da lente.

Uma câmera com lente fixa contém a distância focal única e geralmente seu custo é mais barato do que uma lente varifocal. Por outro lado, a lente varifocal permite a customização da distância focal podendo ser um diferencial em projetos que exigem melhor controle do ângulo de visão, porém equipamentos com estas funções podem ter o custo um pouco mais elevado. Além disso, é possível encontrar no mercado câmeras varifocais com ajuste de foco manual ou motorizada.

3. IP66, IP67, IK09 E IK10

Por fim, a última dica está relacionada a certificações conquistadas pelos equipamentos, geralmente estas certificações são encontradas nos datasheets / manuais dos dispositivos e são disponibilizados pelas fabricantes.

A certificação IP é responsável por demonstrar a resistência do equipamento perante a poeira e a água e pode ser encontrada principalmente em câmeras para uso externo.

A sigla da certificação vêm acompanhada de dois números, o primeiro número pode ser catalogado de 0 a 6 é responsável por mostrar o nível de resistência a poeira sendo que o número 0 representa o nível mais baixo e o 6 o mais alto. O segundo número representado na sigla mostra o nível de resistência a água e é catalogado de 0 a 8 e demonstra o mesmo tipo de resistência conforme a o anterior.

O IP66 e IP67 são as junções mais comuns encontras em câmeras CFTV, além delas é possível identificarmos também as classificações IK09 e IK10. As classificações IK são regulamentadas pela norma internacional IEC 62262 e são utilizadas para definir o nível de resistência do equipamento contra impactos, quanto maior o número que acompanha a sigla, maior será o nível de testes de resistência que o equipamento foi avaliado e aprovado.

Agora que você já sabe diferenciar essas especificações, clique aqui e entre em nossa loja virtual e veja os melhores equipamentos para seu projeto!